Pular para o conteúdo

Fala mal, mas faz igual…

junho 20, 2011

 

“Portanto, você, que julga, os outros é indesculpável; pois está condenando a si mesmo naquilo em que julga, visto que você, que julga, pratica as mesmas coisas.” Romanos 2:1


Estudos psicológicos dizem que quando temos “Semelhanças Insuportáveis”, ou seja, quando vemos no outro nossos “defeitos”, ficamos agressivos, nos incomodamos e pra completar ainda falamos mal deles.

 

Mas isso não é novidade para a Bíblia. Paulo na carta aos Romanos já havia dito isso, naquele versículo ali em cima. Eu consigo visualizar este versículo em algumas situações, que o Espírito de Deus me trouxe a memória e falou muito forte ao meu coração. Vou exemplificar para vocês:

 

Imagine que você está em um parque com uma pessoa que de repente começa a falar:  “Eu detesto mentira, nossa aquela pessoa ali mente demais,  eu não aguento! pra mim quem mente deveria ir direto para o inferno”. Então o telefone dela toca e pessoa do outro lado pergunta onde ela está…E o que ela responde? “Estou no médico”. Você então começa a olhar para os lados, procurando médicos, ou até mesmo uma ambulância pra de repente a pessoa não ta mentindo tanto assim né? Ai você fica com aquela cara de pastel e uma interrogação gigante estampada na cara.

 

Você não fala nada, afinal de contas quem é você para julgar, não é?! Porém no seu coração você pensa: Mentiroso(a), deveria ter vergonha de ficar falando mal de uma coisa que ele mesmo faz. No dia seguinte, você chega atrasado do horário de almoço no seu trabalho, porque dormiu até tarde e acabou perdendo a hora. Então, quando seu chefe pergunta o que aconteceu você diz: Chefe tive uma dor de barriga terrível!!! E se dirige à sua sala, mas quando você dá o terceiro passo, você não se sente bem com aquilo… mas não sabe dizer o porque e continua andando “fingindo” que nada aconteceu.

 

E o que seria isso?? Formamos uma cadeia sem limites, vemos o errado, falamos mal do errado, mas fazemos o errado. A gente fala mal, mas faz igual.. E há muitos anos, fomos alertados de que isso não está certo! Quando falamos mal do outro, e lembre-se não apenas com a boca, mas com nosso coração e nossos pensamentos, estamos nos condenando naquilo que condenamos o outro!! E estamos mais errados ainda.

 

Ninguém foi chamado pra ser juiz do próximo, mas para ajudá-lo, servi-lo e tentar da melhor maneira possível tornar a vida dele melhor.  Jesus nos deu esse exemplo, quando disse para aquele que nunca pecou que atire a “primeira pedra”. Temos que ficar atentos quando algo no outro nos incomodar tanto, ao ponto de ficarmos irritados. Esse pode ser um grande sinal de que o mesmo erro esteja em nós.

 

Agora vou parar por aqui, porque enquanto eu estava digitando, me vieram à memória diversos momentos  em que eu agi assim. Mas como a própria Bíblia diz, A Palavra de Deus é uma espada de dois gumes, ao mesmo tempo que o “locutor” transmite a mensagem, o Espírito de Deus vai falando ao nosso coração também. Ah … só para constar, o exemplo acima realmente aconteceu… Só não vou citar nomes, para não expor ninguém…

 

Até a próxima galera, e não esqueçam “ Não julga ninguem, pra você também não ser julgado” .

 

Ariadne Martins |@adnemartins

Redação Escrevendo de Tudo

 

About these ads
Ainda sem comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: